Notícias

Fiema propõe comissão para transformar resíduos em desenvolvimento

O inédito painel que encerrou a divisão voltada ao conhecimento na Fiema, na tarde de quinta-feira (12), trouxe um ambicioso plano envolvendo uma comissão multidisciplinar para transformar resíduos em oportunidades de desenvolvimento social, econômico e ambiental no Rio Grande do Sul.

Números apresentados no 1º Seminário Internacional de Resíduos Industriais e Urbanos, baseados no Plano Estadual de Resíduos Sólidos elaborado pelo Governo do Estado, mostram que, anualmente, o RS produz 275 milhões de quilos de resíduos. "Nós precisaríamos apenas 14% disso para gerar energia elétrica suficiente para abastecer a demanda do Estado", disse Francisco Leme, diretor do seminário.

O melhor é que esta tecnologia (coprocessamento) está disponível no país e, portanto, o Estado - assim como o pais - tem uma grande oportunidade para desenvolver uma nova cadeia de negócios sustentável. "Queremos fazer do Rio Grande do Sul um exemplo para todo o país", anunciou Leme.

Atualmente, 75,7% dos municípios gaúchos enviam seus resíduos sólidos urbanos para aterros sanitários e outros 4,6% para aterros controlados - os outros quase 20% não há informação. Hoje, o mundo produz, anualmente, 2 bilhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos, sendo apenas 4% utilizados como forma de energia.

A comissão apresentada pela Fundação Proamb, promotora da Fiema, durante o seminário ainda é integrada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Desenvolvimento e Ambiente Sustentável (Sema), do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), do Ministério Público Estadual, de consultores e de representantes de Portugal e Finlândia.

Os dois países também apresentaram seus cases durante o encontro e participaram da primeira reunião da comissão, ocorrida logo após o encerramento das palestras. Em Portugal, os lixões foram erradicados em 20 anos, e essas áreas foram recuperadas. Já a Finlândia é referência no desenvolvimento de tecnologias integradas de recuperação energética e controle de emissões de resíduos sólidos. O país recicla ou transforma em energia 97% de seus resíduos urbanos.




PATROCÍNIO
PROIBIDA A ENTRADA DE MENORES DE 16 ANOS, MESMO QUE ACOMPANHADOS.
Ao participar da fiema brasil 2018, VISITANTES E EXPOSITORES estão cientes e concordam que fotografias e filmagens feitas durante o evento poderão ser utilizadas pelos organizadores para promoção do setor e do evento.
 

ALAMEDA FENAVINHO, 481
FENAVINHO - CEP 95703-364
BENTO GONÇALVES - RS

FONE: +55 (54) 3055-8700
ENTRE EM CONTATO
 
REALIZAÇÃO
Proamb
Proamb
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2017
DE 10 A 12 DE ABRIL | HORÁRIO: DAS 10H ATÉ ÀS 19H | PROIBIDA A ENTRADA DE MENORES DE 16 ANOS.