Notícias

Compromisso de líderes e comportamento são fundamentais para garantir segurança no trabalho

Diariamente, o ser humano costuma tomar 35 mil decisões, segundo um cálculo da DuPont, referência mundial em implantação de sistemas de gestão de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA). Quantas delas envolvem riscos desnecessários?

A pergunta foi uma das tantas que o administrador e especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho da empresa, Roberto Sarli Júnior, empreendeu aos participantes do 5º Seminário de Segurança do Trabalho, no último dia da Fiema Brasil.

Numa palestra em que a reflexão e a dinâmica estiveram presentes, Sarli disse que, para obter sucesso na prevenção de acidentes numa empresa, é impreterível o comprometimento do "número um" da organização, além de um comportamento do funcionário que afaste os riscos de acidente. "96% dos acidentes graves acontecem por causa de comportamento", disse. "E o mau comportamento causa até 5 vezes mais custos para uma empresa".

Para evitar isso, é necessário que a empresa tenha uma política de SSMA - "os funcionários conhecem essa bíblia, ela está assinada pelo número um da empresa?", indagou -, compromisso de lideranças - "se os funcionários não perceberem isso, não funciona".

Segundo Sarli, a segurança representa um bom negócio para as organizações porque ela se reflete em mais qualidade, produtividade, eficiência e ânimo dos funcionários. Mas, muitas vezes, isso só é percebido quando visto pelo viés financeiro. "Em muitos casos, a empresa não está olhando para o lado do ser humano, então a gente faz um cálculo do retorno financeiro dos acidentes que ela está tendo, aí começam a valorizar a segurança e olhar as pessoas", comenta Sarli, reforçando que a DuPont só se envolve em trabalhos com o comprometimento do CEO ou do presidente da organização.

Várias são as prerrogativas que o líder precisa desempenhar para que a segurança seja um case de sucesso numa empresa. Monitorar resultados, prover recursos, ser exemplo, promover feedbacks positivos e auditar e corrijir desvios estão entre elas. Análises de riscos, portanto, são vitais para afastar acidentes, assim como as investigações acerca de suas causas. Até a troca de fornecedor de determinado produto, ainda que seja o mesmo, precisa ser conferido. "A qualidade de um e de outro pode interferir", observa Sarli. "A investigação promove uma melhora contínua. A única coisa boa que se tira de um acidente é o aprendizado". Procedimentos claros e objetivos, sempre localizados em áreas de fácil visualização, também são importantes para saber como operar em situações que exigem a interferência do funcionário. "Eles devem ser simples e com no máximo uma folha frente e verso, mas é fundamental os funcionários estarem treinados, capacitados e motivados em relação aos procedimentos".

O Programa de Treinamento de Segurança por Observação (STOP), cujo conteúdo foi apresentado na palestra de Sarli, é um dos mecanismos para o sistema de gestão oferecido pela DuPont. A ferramenta, não punitiva, é aplicada em três etapas - planejamento, capacitação e acompanhamento/coaching - e conta com cinco ciclos de observação - decidir, parar, observar, agir e elaborar relatórios.




PATROCÍNIO
PROIBIDA A ENTRADA DE MENORES DE 16 ANOS, MESMO QUE ACOMPANHADOS.
Ao participar da fiema brasil 2018, VISITANTES E EXPOSITORES estão cientes e concordam que fotografias e filmagens feitas durante o evento poderão ser utilizadas pelos organizadores para promoção do setor e do evento.
 

ALAMEDA FENAVINHO, 481
FENAVINHO - CEP 95703-364
BENTO GONÇALVES - RS

FONE: +55 (54) 3055-8700
ENTRE EM CONTATO
 
REALIZAÇÃO
Proamb
Proamb
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS 2017
DE 10 A 12 DE ABRIL | HORÁRIO: DAS 10H ATÉ ÀS 19H | PROIBIDA A ENTRADA DE MENORES DE 16 ANOS.